Raízes Aéreas

Aline Muniz

In Música pelo mundo on 9 de agosto de 2013 at 18:43

Aline Muniz, nascida em 25 de setembro de 1983 no Rio de janeiro, 24 anos, canta desde 5 anos de idade. “Desde pequena Aline gostava de fazer apresentações. Nem que fosse para as bonecas”, lembra a atriz Angelina Muniz, mãe da cantora. Aos 12 anos, ALINE começou a estudar, se profissionalizando 3 anos depois. Fez aulas de violão, gaita e piano. Também fez teatro e, justamente nas aulas de interpretação, descobriu sua verdadeira vocação: “Eu sempre cantava nas peças e era a parte que mais gostava”, lembra ela, que fez curso na “Casa do Teatro” – pré-formação do teatro escola Célia Helena.

Depois de ter feito parte de diversos grupos e cantar na noite paulista, ALINE MUNIZ formou uma banda solo em janeiro de 2006. Para montar seu primeiro show, fez aulas de canto, dança e expressão corporal. “Continuo fazendo cursos até hoje. O artista tem de se reciclar sempre”, acredita. Entre os diversos cursos que participa, ela ressalta o ballet e as aulas de técnica Alexander: “Acredito que isso é um complemento da minha carreira, que é uma forma de expressão, você também fala com o corpo, a voz é um instrumento interno, tudo isso alinha e afina esse instrumento, faz você ser completa, e além disso ter um preparo físico surpreendente”.

Seu primeiro álbum “Da Pá Virada” veio em 2008 com composições como “O Negócio É Amar”, de Carlos Lyra e Dolores Duran e a música de trabalho “Básica” (de Tatiana Cobbett) que conquistou o topo das mais tocadas nas rádios do Brasil. Suas melodias ganharam a simpatia da crítica e do público. E o sucesso a fez ser convidada pela Rede Globo para homenagear Moraes Moreira no programa “Som Brasil”. Na ocasião, interpretou, entre outras, a canção “Bloco do Prazer” com arranjo totalmente original e presença de palco inigualável. O primeiro trabalho também foi destaque nas telenovelas da Rede Record: “Saindo de Mim” e ”Sai Dessa” viraram trilhas sonoras das novelas “Poder Paralelo” e “Chamas da Vida”.

Um outro marco importante aconteceu na vida de Aline Muniz. Mais especificamente: um Marco de Vita, instrumentista, compositor e produtor musical da cantora. O parceiro de trabalho que virou parceiro de vida.

Em 2011, a cantora lança seu segundo álbum “Onde Tudo Faz Sentido” com composições dela e do marido que teve o zelo de reunir vários escritos que a esposa fez durante a vida. E não é só o talento inegável como compositora que está presente no disco, mas, também a voz surpreendente interpretando clássicos como “Deixa Chover” de Guilherme Arantes e “Mensagem de Amor” de Herbert Vianna. Além da participação de importantes instrumentistas internacionais.

Álbuns

Da pá virada – 2009
Onde tudo faz sentido – 2011

Fonte: Website do artista.

Fotos

__________

Vídeos

__________

Do outro lado

Sai Dessa

Mensagem de Amor

Da Pá Virada

Não Vacile

Cidade de Isopor

Penso em você

Pra você Sambar

Bloco do Prazer

Vagalumes Gigantes

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: