Raízes Aéreas

Soundgarden

In Música pelo mundo on 15 de novembro de 2012 at 23:30

Soundgarden é uma banda de rock norte-americana formada em 1984, em Seattle, Washington e que, ao lado de Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam, constituiu-se como um dos principais representantes do movimento Grunge, incorporando, no entanto, uma maior variedade musical que as restantes bandas. Tal como Alice in Chains, Soundgarden exibe um componente mais pesado, principalmente na primeira metade da sua carreira, sendo muitas vezes considerada uma banda de Heavy Metal/Hard Rock, o que os diferencia de bandas mais comerciais como Nirvana e Pearl Jam. Soundgarden foi a primeira banda a assinar com uma grande gravadora, mas só atingiu sucesso comercial no começo dos anos 90, devido à popularização do estilo.

A banda atingiu seu maior sucesso com o álbum de 1994 Superunknown, que estreou na primeira posição da Billboard e gerou os singles vencedores do Grammy, “Black Hole Sun” e “Spoonman”. O grupo foi colocado como 14º na lista de 100 Maiores Artistas do Hard Rock, da VH1. Terminaram em 9 de abril de 1997 devido a brigas internas pela direção criativa da banda. Em 31 de dezembro de 2009 o site oficial da banda anunciou a reunião dos integrantes e sua volta, a notícia foi confirmada por Chris Cornell no Twitter, estando já em estúdio a trabalhar num novo álbum.

Formação (1984-1986)

Soundgarden foi formado em 1984 por Chris Cornell (bateria e vocal) e Hiro Yamamoto (baixo), que foram mais tarde juntados a Kim Thayil (guitarra). Thayil havia se mudado para Seattle de Park Forest, Illinois com Yamamoto e Bruce Pavitt, que mais tarde começaria a Sub Pop Records. A banda se denominou assim a partir de uma escultura de canos que concentrava o vento, “The Sound Garden”, localizada no Magnuson Park, em Seattle. Cornell originalmente tocava bateria enquanto cantava, mas a banda trouxe Scott Sundquist para permitir que Cornell se concentrasse nos vocais. As primeiras gravações da banda foram três canções que apareceram na compilação para a C/Z Records chamada Deep Six. Também continha canções de outras bandas do grunge como Green River, Skin Yard, Malfunkshun, The U-Men e Melvins.

Pós-Soundgarden (1998-presente)

Cornell lançou um álbum solo em setembro de 1999 intitulado Euphoria Morning. Em 2001, formou o grupo Audioslave com os antigos membros do Rage Against the Machine. Cornell gravou três álbuns como vocalista da banda até sua saída (e o fim da banda) no começo de 2007. Ainda no mesmo ano, em junho, Cornell lançou seu segundo álbum, Carry On, que recebeu críticas variadas e sucesso comercial.

Matt Cameron inicialmente jogou seus esforços para seu projeto paralelo Wellwater Conspiracy, a qual ambos Shepherd e Thayil contribuíram. Ele então trabalhou brevemente com o Smashing Pumpkins e foi até, de acordo com boatos, considerado como substituto de Jimmy Chamberlin. Em 1998, acompanhou o Pearl Jam na turnê de Yield e subsequentemente se uniu a banda como membro permanente.

Kim Thayil juntou forças com o ex-vocalista do Dead Kennedys Jello Biafra, o ex-baixista do Nirvana Krist Novoselic e a baterista Gina Mainwal para um concerto, se denominando No WTO Combo, durante a conferência ministral do WTO em 1 de dezembro de 1999, em Seattle. Posteriormente, contribuiu com guitarras para o álbum 999 Levels of Undo de Steve Fisk, assim como o projeto paralelo de Dave Grohl, Probot, em 2004. Em 2006, Thayil tocou guitarra no álbum Altar, a colaboração entre as bandas Sunn O))) e Boris.

Shepherd saiu em turnê com Mark Lanegan e lançou o segundo álbum do Hater em 2005. Ele também ocasionalmente aparece nos álbuns do Wellwater Conspiracy.

Em uma entrevista no começo de agosto de 2007, Cornell mencionou o desejo de Thayil em lançar um box set ou álbum de b-sides de raridades do Soundgarden, apesar de nenhum informação posterior ter sido dada.

Quanto a uma futura reunião do Soundgarden, Chris Cornell comentou em uma entrevista em outubro de 2005 que “provavelmente não aconteceria”, e continuou:

“É quase como se nós tivéssemos lacrado a tampa e dito, este é o Soundgarden e este é o seu tempo de vida, e colocado lá. E isso realmente parece ótimo para mim. Eu acho que voltarmos a tocar juntos tiraria a tampa daquilo e então poderia possivelmente mudar o que… para mim, parece um tempo de vida perfeito da banda. Eu não consigo imaginar qualquer razão para mexer com isso”.

Em entrevistas após sua saída do Audioslave em fevereiro de 2007, Cornell reiterou que os membros do Soundgarden não tinham nenhum interesse em uma reunião, e se aprofundou em em uma entrevista posterior com a NME, onde comentou, “Quando o Soundgarden terminou, minhas discussões com o resto da banda foram ‘Nós temos que ter um acordo que nunca mais faremos turnês como Soundgarden — Soundgarden nunca existirá — sem ser uma decisão unânime e que todos que faziam parte da banda estejam na banda.'” Em 24 de março de 2009, Thayil, Cameron, e Shepherd se reuniram com Tad Doyle nos vocais, para tocar “Hunted Down”, “Nothing to Say”, e “Spoonman” em um concerto solo de Tom Morello no Crocodile Café em Seattle. No livro de 2009, Grunge is Dead: The Oral History of Seattle Rock Music, Thayil, Cameron, e Shepherd discutiram seus pensamentos quanto à possibilidade de uma reunião do Soundgarden, com Thayil afirmando, “Eu não a vejo. Eu imagino que poderia acontecer, está perfeitamente dentro da esfera de possibilidades — todo mundo ainda está vivo [risos]. Mas não a vejo acontecendo”. Em 15 de abril do mesmo ano, Cornell afirmou que “não descartaria” uma possível reunião do Soundgarden, adicionando, “Vê-los reunidos recentemente no YouTube? Eu achei que foi incrível. […] Eu gostaria de ter estado lá”.

Em 2010, a formação clássica do Soundgarden, com Chris Cornell, Matt Cameron, Kim Thayil e Ben Sheperd, se reuniu e lançou um single chamado Black Rain, bem como um álbum com suas melhores composições e um DVD, mas ainda não há nada de concreto sobre um novo álbum. Em 2011, a banda lançou um álbum ao vivo. Em julho de 2011, Cornell disse que a expressão “reunião” não precisa mais ser usada, deixando a entender que o Soundgarden está na ativa por tempo indeterminado.

Estilos Musicais e influências

Soundgarden foi um pioneiro no gênero musical grunge, que misturava elementos de punk rock e heavy metal em um som sujo e agressivo e, assim como o Alice in Chains, fazia um som mais pesado que as outras bandas da região. O som do Soundgarden durante os primórdios da cena grunge de Seattle foi descrito como consistindo de “ásperos neo-Zeppelinismos”. Sub Pop via a banda como tendo um ângulo que possuia “um vocalista bonitão e uma fusão de Led Zeppelin e Butthole Surfers”.

Soundgarden geralmente utilizava de afinações alteradas e tempos esquisitos em suas canções. Muitas canções do Soundgarden eram tocadas em afinação drop D, incluindo “Jesus Christ Pose”, “Outshined”, “Spoonman”, e “Black Hole Sun”. As cordas E dos instrumentos eram por vezes afinadas mais abaixo, como em “Rusty Cage”, onde a corda E (primeira de baixo para cima) está afinada em B. Algumas canções possuem afinações mais não-ortodoxas: “My Wave” e “The Day I Tried to Live” são ambas em afinação E-E-B-B-B-E. O uso de tempos esquisitos pela banda foi variada também; enquanto em canções como “Jesus Christ Pose” são no típico tempo 4/4, “Outshined” é em 7/4, “My Wave” usa 5/4, “Fell on Black Days” é em 6/4, e “Spoonman” alterna entre seções de 7/4 e 4/4. Kim Thayil disse que a banda geralmente não considerava o tempo de uma canção até após tê-la escrito, e disse que o uso de tempos diferentes era “um total acidente”.

Integrantes

Chris Cornell – Vocal,Guitarra (1984 – 1997)
Kim Thayil – Guitarra (1984 – 1997)
Hiro Yamamoto – Baixo (1984 – 1989)
Matt Cameron – Bateria (1987 – 1997)
Ben Shepherd – Baixo (1990 – 1997)
Jason Everman – Baixo (1989)
Scott Sundquist – Bateria (1984 – 1986)

Álbuns de estúdio

1988 Ultramega OK
1989 Louder Than Love
1991 Badmotorfinger
1994 Superunknown
1996 Down on the Upside

Fonte: Wikipédia.

Fotos

__________

Vídeos

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: