Raízes Aéreas

Whitney Houston

In Música pelo mundo on 12 de fevereiro de 2012 at 2:00

Whitney Elizabeth Houston (Newark, 9 de agosto de 1963 — Los Angeles, 11 de fevereiro de 2012) foi uma cantora americana de R&B, pop, gospel, além de atriz e ex-modelo. Houston foi a artista mais premiada de todos os tempos, segundo o Guinness World Records, e sua lista de prêmios incluem 2 Emmy Awards, 6 Grammy awards, 30 Billboard Music Awards, 22 American Music Awards, num total de 415 prêmios conquistados em sua carreira até 2010. Houston também foi um dos artistas mais bem sucedidos do mundo da música, tendo vendido mais de 200 milhões de gravações em todo o mundo.

Inspirada por vários cantores de soul de destaque em sua família, incluindo a mãe Cissy Houston, primos Dionne Warwick e Dee Dee Warwick, bem como sua madrinha, Aretha Franklin, Houston começou a cantar com o coral gospel júnior da Nova igreja de Jersey aos 11 anos de idade. Depois que ela começou a atuar ao lado de sua mãe em casas noturnas na cidade de Nova York, ela foi descoberta por Clive Davis, empresário da Arista Records. Até o presente, Houston lançou seis álbuns de estúdio e três álbuns de trilha sonora, todos eles certificados com diamante, multi-platina, platina e ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA).

Seu álbum de estreia auto-intitulado, lançado em 1985, se tornou o álbum de estreia mais vendido por uma artista feminina, com 25 milhões de cópias comercializadas. Seu segundo álbum, Whitney (1987), tornou-se o primeiro álbum de uma artista feminina a estrear em primeiro lugar na Billboard 200. Whitney emplacou grandes sucessos nas paradas de música popular, bem como sua proeminência na MTV, começando com seu vídeo de “How Will I Know”, permitiu várias artistas femininas afro-americanas seguirem em seu sucesso.

O primeiro papel de Houston no cinema foi no filme O Guarda-Costas (1992), no qual fez um enorme sucesso como protagonista. A trilha sonora original do filme ganhou o Grammy 1994 de “Álbum do Ano”. Seu primeiro single, “I Will Always Love You”, se tornou o mais vendido por uma artista feminina na história da música. O álbum é o único de uma artista feminina entre os cinco mais vendidos de todos os tempos, ocupando o quarto lugar. Houston continuou como estrela de filmes e contribuiu com a trilha sonora dos mesmos, inclusive com os filmes Waiting to Exhale (1995) e The Preacher’s Wife (1996). Três anos após o lançamento de seu quarto álbum, My Love Is Your Love (1998), Whitney renovou seu contrato com a gravadora Arista Records. Ela lançou seu quinto álbum de estúdio, Just Whitney, em 2002, e o natalino One Wish: The Holiday Album em 2003. Em meio a ampla cobertura da mídia de sua turbulência pessoal e profissional, Houston terminou seu casamento de 14 anos com o cantor Bobby Brown, em 2006. Em 2009, Houston lançou seu sétimo e último álbum de estúdio, I Look to You.

Whitney é reconhecida internacionalmente como uma das maiores artistas de todos os tempos, devido ao seu talento, legado e, principalmente, à sua voz marcante e lendária. Graças a esse talento vocal marcante, Whitney é frequentemente chamada de The Voice (A Voz). Whitney é frequentemente comparada a grandes artistas do passado, como Frank Sinatra, Aretha Franklin e Elvis Presley e também está entre os 500 Maiores artistas de todos os tempos da Revista Rolling Stone.

Biografia

A mãe (Cissy Houston), uma prima em primeiro grau (Dionne Warwick) e a madrinha (Aretha Franklin) eram reconhecidas cantoras de gospel/R&B/soul, o que resultou na constante presença da música na vida da jovem Whitney.

Aos 11 anos de idade, Whitney começou a cantar no coro gospel de uma igreja batista em Newark e mais tarde acompanharia sua mãe em alguns concertos. Mesmo sendo batista, Whitney se formou numa escola católica. Depois de aparecer no álbum de 1978 da mãe, Think It Over, ela começou a cantar como apoio vocal para muitos cantores famosos, entre eles: Chaka Khan e Jermaine Jackson.

No mesmo ano, com apenas 16 anos de idade, ela fez um dueto com Michael Zager no single “Life’s a Party”. No começo da década de 1980, ela começou a aparecer como modelo em várias revistas e chegou até a ser capa da “Seventeen” e “Glamour”.

1992-1997: Afirmação profissional

Em 1992, Whitney fez seu primeiro filme, O Guarda-Costas, o qual protagonizou junto com Kevin Costner. Sucesso de bilheteria, arrecadando mais de 500 milhões de dólares no mundo todo, o filme teve uma trilha-sonora caprichada e Whitney gravou seis novas canções para a trilha-sonora do filme, incluindo uma versão do clássico de Dolly Parton, “I Will Always Love You” com que rompeu todas as expectativas, tornando-se um mega estrondoso “hit” para a cantora. Lançado como single em novembro do mesmo ano, se tornou seu décimo número #1 nos Estados Unidos e permanecendo por 14 semanas consecutivas nessa posição. Com o tempo, tornou-se o single mais vendido, até então, com mais de dez milhões de cópias. A canção”I Have Nothing” foi indicada ao Oscar de Melhor Canção Original. Outros “hits” lançados como single da trilha-sonora de O Guarda-Costas: “I’m Every Woman” (regravação de uma canção de Chaka Khan), “Run to You” e “Queen of the Night” (escritas pela própria Whitney). O álbum permaneceu vinte semanas em primeiro e vendeu mais de 38 milhões de cópias em todo mundo, com 17,5 milhões só nos Estados Unidos, tornando-se a trilha-sonora mais vendida da história Certificado pelo Guiness Book, sendo certificado 17x platina dupla e 1x diamante nos Estados Unidos. Em março de 2005, após 13 anos de lançado, o álbum voltou as paradas de sucesso na Espanha ocupando o 25º lugar. Em 18 de julho de 1992, Whitney se casou com o cantor Bobby Brown em Nova Jersey. No dia 04 março de 1993, deu à luz uma menina, chamada Bobbi Kristina, que canta com a mãe nas canções “My Love is Your Love” e “Little Drummer Boy”.

Em 1994 com a turnê mundial “The Bodyguard”, Whitney fez sua primeira apresentação no Brasil, participando do evento Hollywood Rock, ela fez um lindo show em São Paulo e outro no Rio de Janeiro, levando os fãs ao delirio quando interpretou ao vivo “I Will Always Love You” o maior sucesso de sua carreira e também cantou na cerimônia de encerramento da Copa do Mundo (World Cup 94).

Em 1995 Whitney atuou em outro filme, Waiting to Exhale (Falando de Amor), que também foi um grande sucesso de público e crítica, baseado num livro de Terry McMillans sobre as vidas de quatro mulheres afro-americanas. As outras personagens são interpretadas por Angela Bassett, Loretta Devine e Lela Rochon. O diretor do filme foi Forest Whitaker. Foi rodado na primavera de 1995 e estreou nos cinemas em dezembro do mesmo ano. Arrecadou uma estimativa de 80 milhões de dólares nas bilheterias do mundo todo. A trilha-sonora de “Waiting to Exhale” incluia três novas canções de Whitney: “Exhale (Shoop, Shoop)”, “Count on Me” (dueto com CeCe Winans) e “Why Does It Hurt So Bad”. O single “Exhale (Shoop, Shoop)” estreou na primeira posição dos mais vendidos tornando-se seu décimo primeiro número #1 nos EUA e o segundo single da história a estrear nessa posição. O álbum vendeu mais de dezessete milhões de cópias no mundo todo, sendo mais de sete milhões só nos EUA.

Seu filme seguinte, The Preacher’s Wife (Um Anjo em Minha Vida), foi um remake em que protagonizou ao lado de Denzel Washington. O filme começou a ser rodado em janeiro de 1996 e estreou nos cinemas em 13 de dezembro do mesmo ano. Whitney estava planejando por muito tempo lançar um álbum gospel e a trilha-sonora deste filme foi a oportunidade única para fazê-lo. A trilha-sonora de “The Preacher’s Wife” foi lançada um mês antes do filme e se converteu no álbum gospel mais vendido da história, também tendo sido indicada ao Oscar de melhor trilha-sonora original. Whitney canta catorze das quinze quinze faixas do álbum, incluindo os “hits” “I Believe in You and Me” e “Step by Step”.

2002-2005: Conturbações pessoais e profissionais

Em dezembro de 2002 Whitney lançou Just Whitney, alcançando grande repercussão em sua carreira devido a problemas pessoais. A cantora reconheceu à imprensa que consumia cocaína, maconha e outros tipos de drogas.. O primeiro single do novo CD, “Whatchulookinat” foi um grande fracasso nos Estados Unidos talvez pelo seu tom meio agressivo onde Whitney critica a todos aqueles que falam que sua carreira está terminada e sobre os relatos de sua dependência química. Com isso a gravadora foi obrigada a distribuir “One Of Those Days”, single que foi mais bem recebido e elogiado pela crítica. Logo em seguida, numa tentativa de aumentar as vendas, chegou as rádios o single “Try It On My Own”, uma balada autobiográfica, em Abril de 2003. No que diz respeito às love songs, o álbum traz a regravação de um grande “hit” dos anos 1970, a melódica “You Light Up My Life”, que fora produzida por Baby Face e inexplicavelmente não se tornou um single.

Em Novembro de 2003, um álbum de Natal foi lançado pela cantora, One Wish: The Holiday Album. O álbum trouxe alguns clássicos natalinos cantados de forma impressionante por Whitney, a faixa inédita ficou por conta de One wish, música que dá nome ao álbum e tem o melhor do estilo gospel contemporâneo. Depois de cinco dias de estância num centro de reabilitação de drogas em Março de 2004 (se repetindo em março de 2005 durante dois meses), se embarcou na turnê internacional Soul Divas com Natalie Cole e Dionne Warwick que se prolongou durante todo esse verão. Em 14 de Setembro de 2004, fez uma interpretação ao vivo de “I Believe In You And Me” e “I Will Always Love You” no World Music Awards, como tributo a seu produtor e antigo amigo Clive Davis. A apresentação de Whitney foi simplesmente perfeita, consta-se que Celine Dion chorou ao ouvir Whitney interpretar as músicas e Courtney Love disse “Meu Deus, essa é a melhor cantora do mundo”. Mais recentemente os telespectadores norte-americanos tiveram a oportunidade de verem Whitney no reality-show Being Bobby Brown.

2009: O Lançamento do I Look To You

Depois de uma grande espera é finalmente lançado o aguardado álbum de retorno de Whitney Houston, I Look To You, em 31 de agosto de 2009. O álbum estreou direto na primeira posição dos mais vendidos nos EUA vendendo 305.000 cópias apenas na primeira semana e foi em 1º em mais outros 12 países. Produzido por grandes nomes da música como Stargate, Akon, R. Kelly, David Foster, Jhontà Autin, Eric Hudson e Swizz Beatz  juntamente com Alicia Keys, com a supervisão de Clive Davis, o álbum é marcado de canções fortes como “Call You Tonight”, “Wort It” e “Salute”, música com forte influência hip-hop.

O primeiro single foi “I Look To You”, uma balada gospel romântica, estreou em 27º lugar R&B Hot 100 da Billboard.

O segundo single “Million Dollar Bill” chegou ao 1º lugar no chart Dance da Billboard Hot 100, tornado-se primeira pela 14ª vez em sua carreira. O single teve uma recepção ainda melhor na Europa onde chegou ao 5º lugar no U.K. Hot 100. O Vídeo clipe de Million Dollar Bill foi lançado em 16 de setembro de 2009.

Em 14 de setembro de 2009 Whitney Houston deu sua primeira entrevista em sete anos, aparecendo na estreia do programa The Oprah Winfrey Show. A entrevista foi anunciada como “a entrevista da música mais aguardados da década” e Oprah Winfrey declarou que foi a melhor entrevista que ela já fez em sua carreira. A entrevista foi dividida em duas partes e Whitney falou sobre seu conturbado casamento, separação, carreira, família e os problemas com drogas.

“Não acredito que não vá sentir nunca mais o desejo de usar essas drogas. Só basta um minuto para tirar esses pensamentos da minha cabeça! Oro e eles se vão.”

Ainda no programa Whitney performou ao vivo a música “I Didn’t Know My Own Strength” a pedido de Oprah, tendo uma performance espetacular.

Whitney também tem apareceu em programas de televisão europeus para promover o álbum. Ela cantou a música “I Look to You” no Wetten Dass, programa de televisão alemã. Dias depois, cantou “Million Dollar Bill” no programa de televisão francês Le Grand Journal. Whitney apareceu também como mentora convidada no The X Factor no Reino Unido, juntamente com Clive Davis e cantou “Million Dollar Bill” no show do dia seguinte. O desempenho não foi muito bem recebido pela mídia britânica, mas mesmo assim “Million Dollar Bill” saltou para o seu pico de número 5 (o seu primeiro top 5 no Reino Unido em mais de uma década), e três semanas após o lançamento “I Look to You” ganhou disco de ouro. Whitney participou também da versão italiana do Fator X, performando a mesma canção “Million Dollar Bill” com boas críticas e foi premiada com o Certificado de Ouro por alcançar mais de 50.000 vendas do CD “I Look To You”, na Itália.

Em dezembro de 2009, “I Look To You”, foi certificado disco de platina pela RIAA pelas vendas que ultrapassam um milhão de cópias só nos Estados Unidos. Atualmente o álbum vendeu cerca de 2 milhões de cópias em todo o mundo.

Em 22 de novembro de 2009 Whitney foi a grande homenageada no American Music Awards em Los Angeles, Califórnia e se apresentou na premiação cantando a música “I Didn’t Know My Own Strength”. A cantora recebeu das mãos de Samuel L. Jackson um troféu por sua obra. Emocionada, Whitney fez questão de agradecer aos fãs pelo apoio e foi aplaudida de pé pela platéia.

2011: O Retorno com o Filme Sparkle

Em Janeiro de 2011 Whitney participou do BET’s Celebration Of Gospel 2011 cantando a música “I Look to You”, juntamente com Kim Burrel. O evento foi realizado no Staple Center, em Los Angeles e foi transmitido em 30 de janeiro de 2011.

Em Fevereiro de 2011, Whitney participou da festa que antecede aos Grammy’s, oferecida por Clive Davis, e que homenageou sua Prima Dionne Warwick. No tributo Whitney cantou os clássicos “Walk On By”, “I Say A Little Prayer For You” e “That’s What Friends Are For”.

Em setembro de 2011, a revista The Hollywood Reporter anunciou que Whitney irá estrelar o remake do filme Sparkle de 1976, juntamente com Jordin Sparks e Mike Epps. De acordo com Debra Martin Chase, produtora de Sparkle, Whitney terá também créditos como produtora executiva do filme. Ela declarou ainda que Whitney merece o título considerando que ela esteve envolvida com o projeto desde o início em 2001, quando obteve os direitos de produção de Sparkle.

No dia 19 de outubro Whitney confirmou em seu site oficial sobre o novo projeto com o filme, que é um remake do filme de 1976 e conta a história de Sparkle, um prodígio musical, que luta para se tornar uma estrela.

SPARKLE é um filme que eu queria um remake por um longo tempo e eu estou tão feliz por finalmente ver o meu sonho se tornar realidade e fazer parte deste time estelar de atores e produtores”.

Em 7 de outubro, o RCA Music Group anunciou a dissolução da Arista Records, juntamente com a J Records e a Jive Records. Com o desligamento, Whitney Houston (e todos os outros artistas assinados anteriormente a estes três selos) vai lançar seu material futuro sob o selo da RCA Records.

2012: Lançamento do Sparkle

O lançamento de Sparkle estava previsto para o dia 10 de agosto de 2012 nos Estados Unidos e marcaria o retorno de Whitney aos cinemas após 15 anos, desde o lançamento do The Preacher’s Wife em 1996. Especulava-se que Whitney iria gravar duas faixas para a trilha sonora do filme, dentre elas o clássico His Eye is on the Sparrow. A trilha sonora contaria ainda com apoio de R. Kelly, amigo de longa data da Whitney.

Entretanto, em 11 de fevereiro, Whitney veio a falecer.

Álbuns em estúdio

1985: Whitney Houston
1987: Whitney
1990: I’m Your Baby Tonight
1998: My Love Is Your Love
2002: Just Whitney
2003: One Wish: The Holiday Album
2009: I Look To You
2012: On my own (em desenvolvimento)

No Brasil

Em 16 de janeiro de 1994 Whitney Houston esteve no Brasil, durante a The Bodyguard World Tour, fazendo um show em São Paulo no estádio do Morumbi e em 23 de janeiro participou do evento Hollywood Rock no Rio de Janeiro, onde cantou grandes hits como: Saving All My Love For You, I Wanna Dance With Somebody, Love Will Save The Day, How Will I Know, I Have Nothing, I’m Every Woman e I Will Always Love You levando uma multidão de fãs ao delírio.

Fonte: Wikipédia.

Fotos

__________

Vídeos

__________

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: