Raízes Aéreas

The Decemberists

In Música pelo mundo on 1 de setembro de 2011 at 12:57

The Decemberists é uma banda norte-americana de indie folk formada na cidade de Portland, Oregon. Embora os Decemberists sejam geralmente classificados como indie pop, eles percorrem estilos musicais tão variados como rock progressivo e folk, utilizando instrumentos peculiares como o xilofone, o acordeão e o contrabaixo acústico. Suas letras fogem da angústia e introspecção do rock atual, contando histórias sobre personagens fantásticos e melancólicos como piratas, órfãos, prostitutas e limpadores de chaminé com o riquíssimo vocabulário do vocalista/compositor Colin Meloy.

As capas e a arte promocional dos três primeiros discos dos Decemberists foram criadas pela artista gráfica americana Carson Ellis, namorada de Colin Meloy e mãe do seu primeiro filho, Henry.

História

Seu primeiro EP, “5 Songs”, foi lançado de forma independente em 2001, e posteriormente relançado pela gravadora americana Hush no ano seguinte (esse relançamento incluiu uma música extra, ou seja, continha seis músicas, apesar do nome). O primeiro álbum da banda, “Castaways and Cutouts” (2002), também foi lançado pela Hush. Posteriormente, a banda assinou com a gravadora Kill Rock Stars, que relançou seu álbum de estréia e lançou mais dois discos e dois EP.

Em Março de 2005, os Decemberists divulgaram o videoclipe do single “Sixteen Military Wifes” via BitTorrent, em uma estratégia talvez inédita para uma banda com um contrato de gravação e bem conhecida nos círculos indie. Nesse mesmo mês, a van com a qual o grupo fazia uma turnê foi roubada, assim como todos os instrumentos dos integrantes. Entretanto, graças a doações de fãs, outras bandas e fabricantes de instrumentos, outros puderam ser comprados.

Em dezembro do mesmo ano, Colin Meloy informou ao site Pitchfork Media que os Decemberists assinaram com a gigante Capitol Records, pela qual foi lançado o quarto álbum do grupo, “The Crane Wife”, seguido pelo álbum de 2009 chamado “Hazards of love”. Seu último disco foi lançado em 2011, chamado “The King is Dead” marcou uma volta da banda à sonoridade puramente folk, deixando um pouco de lado as nuances progressivas muito presentes nos dois últimos trabalhos. Neste último disco também contaram com a participação de Peter Buck, guitarrista do R.E.M.

Membros

Colin Meloy (voz, guitarra)
Chris Funk (multi-instrumentalista)
Jenny Conlee (voz, órgãos, acordeão, escaleta, piano, teclados)
Nate Query (baixo)
John Moen (bateria, escaleta)

Ex-membros

Jesse Emerson (baixo) – “Her Majesty”
Ezra Holbrook (bateria, backing vocals) – “Castaways and Cutouts”; (backing vocals) – “The Crane Wife”
Rachel Blumberg (voz, bateria) – “Her Majesty”, “Billy Liar” (single), “The Tain” e “Picaresque”
David Langenes (guitarra)
Petra Haden (violino, voz) – “Picaresque”, turnê de “The Crane Wife”
Lisa Molinaro (viola, guitar, teclados, voz) – turnê de “The Crane Wife”

Álbuns

“Castaways and Cutouts” (2002)
“Her Majesty, The Decemberists” (2003)
“Picaresque” (2005)
“The Crane Wife” (2006)
“The Hazards of Love” (2009)
“The King is dead” (2011)

Singles e EPs

“5 Songs” EP (2001)
“Billy Liar” (single) (2004)
“The Tain” EP (2005)
“Sixteen Military Wives” (single) (2006)
“Picaresquities” EP (2006)
“O Valencia!” (single) (2007)

Fotos

__________

Videos

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: