Raízes Aéreas

Biquini Cavadão

In Música pelo mundo on 9 de maio de 2011 at 19:11

Biquini Cavadão é uma banda de rock brasileira formada em 1983 no Rio de Janeiro. Atualmente composto por Bruno Gouveia, Carlos Coelho, Miguel Flores e Álvaro “Birita” Lopes tendo como músicos convidados o baixista e produtor Marcelo Magal e o saxofonista Walmer Carvalho, a banda fez parte da segunda geração de bandas dos anos 1980.

Início

Em 1983, Bruno, Álvaro e Miguel, colegas de terceiro ano do Colégio São Vicente de Paulo, decidiram tocar, junto com mais alguns amigos, num sarau, uma espécie de festival de música. Com o sucesso de sua apresentação, eles decidiram fazer daquela ousadia um habito. Após muitas formações, receberam do amigo Herbert Vianna a sugestão do nome “Biquini Cavadão”. Bruno passou apenas a cantar, Miguel assumiu totalmente o teclado e Alvaro foi novamente chamado para o grupo, desta vez tocando bateria, ao invés de violão.

Após vários meses fizeram Tédio, e esta música foi o chamariz para que Carlos Beni (ex-Kid Abelha) insistisse em gravá-los.A demo, que contou com Herbert na guitarra, foi parar na Rádio Fluminense FM , berço de várias bandas de rock nos anos 1980. O sucesso da demo, os levou à Polygram para gravar um compacto no começo de 1985.

Faltava um guitarrista: Carlos Coelho apareceu logo após o segundo show profissional realizado pela banda. A sua integração se deu rapidamente colaborando nas composições e gravando todos os programas de TV. Era como se ele apenas tivesse faltado no dia de tirar fotos para a capa do compact

1985 – 1992

No meio de 1985, lançam um Mix com Tédio (remix) e No Mundo da Lua, que também chega às paradas de sucesso. No final daquele ano eles gravam o primeiro lp: “Cidades em Torrente”. Além dos dois hits iniciais, eles ainda emplacam Timidez, Inseguro de Vida e Múmias. O disco chega a atingir a marca de 60 mil cópias vendidas em fevereiro de 1986. São eleitos a revelação de 1985 e excursionam por quase todo o país.

Em 1987, lançam o lp “A Era da Incerteza” que chega a marca de 50 mil copias, embalados por músicas como Catedral, Ida e volta, e 1/4.

O terceiro disco só viria em 1989. ” Zé” emplaca três hits nas rádios: Teoria, Meu Reino e Bem Vindo ao Mundo Adulto.

Em 1990 o remix de Bem Vindo põe o grupo de volta às paradas no Rio. No ano seguinte é a vez de Meu Reino ’91 (um lar em Brixton) fazer sucesso alguns meses antes do lançamento do lp ” Descivilização”. Zé Ninguém dá a partida para uma série de primeiros lugares em várias rádios do Brasil.

Em 1992, Impossível e Vento, Ventania arrancam o LP para as 70 mil cópias. Vento Ventania é eleita a música do ano e o Biquini, novamente, grupo revelação. Outras faixas como, Cai Água, Cai Barraco, Arcos e Vesúvio também estouram pelo país.

1993 – 1996

No começo de 1993 eles participaram do Hollywood Rock abrindo a noite de Red Hot Chilli Peppers e Alice in Chains. No meio do ano, se transferem para a Sony Music e lançam, como aperitivo para o novo LP, a regravação de Chove Chuva, de Jorge Benjor . No começo de 94, a Polygram lança ” O Melhor do Biquini Cavadão” contendo um resumo dos 9 anos carreira enquanto a banda se tranca em uma velha casa para compor o seu novo disco “Agora”. Músicas como O Idiota Eletrônico, Sobrancelhas e Porque Você Não Estava Aqui começam a despontar. Eles fecham o ano de 94 regravando Ilegal,Imoral ou Engorda para o disco “Rei” em homenagem a Roberto Carlos.

Passam o ano de 1995 excursionando comemorando os dez anos com shows no Brasil e Estados Unidos. Preparam-se para lançar um songbook e criam o primeiro e-mail de um conjunto de rock no Brasil: biquinicav@ax.ibase.org.br, passando a se comunicar também pela Internet.

No ano de 1996, como consequência deste fato, foram a primeira banda a ter um site oficial no Brasil. Foram visitados constantemente por brasileiros espalhados pelos quatro cantos do país e diversos pontos do mundo, como Europa, Japão, Costa Rica, Argentina e Tailandia. Também neste ano o Biquini esteve presente em dois lançamentos literários. Sheik lançou seu livro de poesias “Borboletas no Estômago do Cachorro Louco” e a banda finalmente lançou o seu RockBook, livro de partituras com biografia e dados estatísticos. Rescindiram o contrato com a Sony Music e passaram o final do ano compondo e gravando o novo disco previsto para sair em 1997.

1997 – 1998

Começam o ano de 1997 gravando e mixando o disco biquini.com.br. Durante os meses de março e Abril, negociam com gravadoras e acabam fechando com a BMG. Entram novamente em estúdio e regravam algumas faixas, além de incluir outras inéditas. Bruno viaja para New York e grava vozes para alguns remixes. Enquanto isso, o disco ‘O Melhor do Biquini Cavadão’ ultrapassa as 100 mil cópias. O departamento de marketing da BMG sugere o lançamento em 1998 e o grupo passa a ensaiar um novo show.

Em parceria com a UNISYS do Brasil, biquini.com.br apresenta uma faixa interativa desenvolvida pela 10Minutos e se torna o primeiro disco de áudio lançado no país com um kit de acesso à Internet. Janaína estréia nas rádios se tornando um sucesso nacional. O clip é indicado para a categoria “escolha da audiência” e é super bem votado. O disco cresce nas vendagens ao mesmo tempo em que a Polygram lança um projeto especial contendo Remixes da banda. Tédio e Sabor do Sol entram com força nas rádios do país a partir do segundo semestre. O Biquini lança o disco biquini.com.br no Canecão, com direção de Ernesto Piccolo e cenários de Analu Prestes. A tour seguiu pelos estados do sul e sudeste. Em dezembro, voltaram a entrar em estúdio para compor novas faixas para o novo disco previsto para 99.

1999 – 2001

O ano de 1999 foi marcante para o Biquini Cavadão. Logo no primeiro mês, participaram da festa do Planeta Atlântida em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, além da festa pelos 450 anos de Salvador. Em Abril, viajaram para Portugal, onde seu disco biquini.com.br foi lançado pela BMG europeia. Janaína tem boa repercussão em Lisboa e a banda realiza uma extensa agenda de divulgação.

Em maio, após quase 10 anos de total dedicação, Carlos Beni deixa de empresariar o grupo.O novo empresário da banda, Adrian Philippe assume em Agosto, ao passo que a banda fica sabendo pela BMG que o novo disco foi adiado para o começo de 2000. Neste ínterim, compõem novas músicas e começam a trabalhar com Paul Ralphes para o novo disco de nome provisório BitNick.Pioneiros, os Biquinis se tornaram a primeira banda a disponibilizar, com o auxílio de uma webcam, todas as etapas de um processo de gravação via Internet, além de incluir um diário de bordo contendo inclusive arquivos MP3 e fotos tiradas no estúdio. Entre mais de 20 músicas, o grupo entra em estúdio em Outubro para se dedicar a pouco mais de dez delas. A Universal lançou uma nova coletânea: Millenium Biquini Cavadão trouxe 20 sucessos da banda.

Na Internet, Bruno assinou diversos textos sobre a escalada dos arquivos MP3 e tornou o Biquini um dos mais antenados grupos. Além disso, participou de um debate na CDExpo sobre o assunto e também criou um site dedicado às novas bandas e sua divulgação através da tecnologia MP3: demos e debuts.

O ano de 2000 trouxe o lançamento de seu novo álbum. Escuta Aqui, foi lançado em Abril e a faixa título deu o pontapé inicial para a divulgação pelo país. Foram realizados diversos shows, culminando em Outubro com o histórico show de número 1000, no Centro Cultural São Paulo. Você Existe Eu Sei e Quando Te Encontrar (presente na novela Malhação, da TV Globo) também tiveram boas execuções. Em 2000, a banda também confirmou presença no Rock In Rio 3 tocando na Tenda Brasil e Bruno participou de uma propaganda de um site de leilões. Infelizmente, a banda passou pela sua primeira grande mudança em quinze anos: Sheik, baixista, saiu no fim de novembro, após reunião com o grupo.

A banda decidiu não incluir ninguém no lugar de Sheik, preferindo tocar com um baixista contratado.

Patrick Laplan, egresso do grupo Los Hermanos, assumiu o posto nos shows. Após entendimentos com a BMG, o grupo novamente trocou de gravadora, voltando para a Universal, sua primeira casa nesta jornada de 16 anos. Para celebrar a volta da banda, foram relançados seus quatro primeiros trabalhos em uma caixa comemorativa, com todos os discos contendo os encartes originais e as faixas remasterizadas.

Em Abril, a banda se muda temporariamente para São Paulo para a gravação do disco 80, seu primeiro trabalho não autoral. A faixa de lançamento, Múmias contou com os vocais originais de Renato Russo, a inclusão de um Rap de Suave e tomou de assalto as rádios do país duas semanas antes dos atentados do dia 11 de setembro, nos Estados Unidos. Ficou entre as mais tocadas do país no fim deste ano.

2002 – 2004

O ano de 2002 começou com uma tour pelo Nordeste, presença no Planeta Atlântida, férias em Fevereiro e a continuidade do trabalho lançado em 2001. A banda excursionou por todo país se apresentando também em grandes festivais como o de Lençois na Bahia e o ExpoCrato, no Ceará. No meio do ano, Bruno, junto com o produtor Luis Carlos “Meu Bom”, gravaram o CD Superfantástico – Quando Eu Era Pequeno, um tributo às músicas infantis com presença de diversos artistas. O Biquini Cavadão compareceu gravando O Carimbador Maluco (Raul Seixas) do especial Plunct Plact Zummm.

No começo de Outubro, a banda marcou presença no Ceará Music 2002, encerrando o festival às 7 da manhã para mais de 30 mil pessoas. O evento foi gravado e depois editado e dirigido por Carlos Coelho para sua estreia como diretor de um clipe: Toda Forma de Poder, clássico dos Engenheiros do Hawaii. Em 2003, o grupo saiu da gravadora Universal, mas seguiu sua série de shows pelo país, intensificando suas apresentações no Nordeste e completando mais de 200 shows da tournée do disco 80. Bruno também co-produziu com Luis Carlos “Meu Bom” o disco “Rock Meu Amor” do grupo Penélope. Coelho fez várias trilhas para programas dos canais SporTV e GNT.

Ao final de 2003, o Biquini gravou a música “Dani”, que passou a ser tema da apresentadora Dani Monteiro no quadro Caminhos de Aventura, no Esporte Espetacular, da TV Globo. Bruno e Coelho também participaram do especial Para Não Dizer Que Não Lembrei Das Flores, e cantaram “Disparada” famosa na voz de Jair Rodrigues. Dani começou a despontar e algumas rádios começaram a tocá-la. Ao mesmo tempo, o grupo dedicou 2004 para gravar o seu disco Ao Vivo. A cidade escolhida foi Fortaleza, no Ceará e o Ceará Music, o evento ideal. O grupo também marcou presença em grandes festivais como os de Recife Natal, São Luís e Teresina. Ao final de 2004, assinaram com a Deckdisc e ainda participaram de importantes eventos: Bruno cantou na Campanha dos Direitos Internacionais das Crianças, promovida pelo Ministério da Cultura e TVE-Rede Brasil. Também participou do Movimento Viva Rio na Campanha de Desarmamento. O Biquini ainda fez parte do especial Estação Globo cantando “O Carimbador Maluco” e gravou “A Namoradinha de Um Amigo Meu” para o especial Um Barzinho e Um Violão III, em homenagem à Jovem Guarda. A música ” Vou Te Levar Comigo” foi incluída na trilha do programa Oi Mundo Afora, do canal GNT.

2005 – 2008

No ano de 2005, o grupo completa 20 anos de seu primeiro show oficial, que foi realizado no dia 16 de março de 1985 no Circo Voador. Com mais da metade de sua vida dedicada à música o Biquini é mais que um representante do rock dos anos 1980. É uma banda de rock nacional com passado, presente e muito futuro.

Em 2007, o Biquini lança seu primeiro álbum independente intitulado de “Só Quem Sonha Acordado Vê o Sol Nascer”. A banda gravou músicas como “Me Perdoa”, “Alguma Verdade”, “Tudo Vale A Pena”, e “Restos de Sol” (parcerias com o letristas Gian Fabra), além da faixa título são algumas que foram registradas com produção de Tadeu Patolla. As músicas, em sua grande maioria, são assinadas pela banda e com algumas parcerias. O lançamento ocorreu no fim de outubro daquele ano.

Em 2008, o Biquini retornou as grandes gravadoras e se reuniu para gravar o DVD 80 Vol. 2, uma continuação do projeto lançado em 2001. Neste disco, além de ser ao vivo, reúne outros sucessos dos anos 80 de várias bandas que não tiveram a oportunidade de entrar para o 80, lançado em 2001, como “Ira!” e “Capital Inicial”. A gravação do DVD aconteceu em setembro de 2008, no Circo Voador, na cidade do Rio de Janeiro e o lançamento ocorreu no final daquele mesmo ano.

Em 30 de novembro de 2008, o músico Patrick Laplan se despediu do grupo para se dedicar a outros projetos, entre eles sua banda Eskimo. Com isso, entra no lugar de Laplan, o produtor musical da banda Marcelo Magal, também ex-Rodox.

2009 – Atualmente

Em 2009, Bruno havia dado uma entrevista na internet, falando sobre o processo criativo do novo álbum da banda. Para comemorar os 25 anos do LP Cidades em Torrente, em 2011, não haverá nenhum álbum comemorativo e sim de inéditas, conta o vocalista da banda, que está procurando fazer parcerias com bandas da década de 1990 e 2000 como Jota Quest, Fresno e Strike.

Depois de alguns meses da entrevista acima, chegou as rádios e as emissoras musicais a música Acordar Pra Sempre Com Você, uma parceria da banda com Lucas Silveira, vocalista, guitarrista, e tecladista da banda Fresno. A música tem boas execuções em rádios dedicadas ao Pop rock e mostra que o próximo disco da banda, não apresenta a sonoridade da banda nas décadas de 1980, 1990 e 2000.

Em meados de 2010, a banda grava para a novela Ti Ti Ti, da Rede Globo uma versão da música Agora é Moda, composição de Rita Lee e Lee Marcucci. A canção tem boas execuções nas telinhas, e no final do mesmo ano, é lançada uma versão remix com a presença de Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest.

Nos últimos tempos, a banda tem lançado apenas singles e videoclipes e o próximo álbum será lançado em 2012, após o lançamento da terceira música de trabalho É Dia de Comemorar. O videoclipe foi dirigido por Carlos Coelho, guitarrista do Biquini, gravado no Reveillon 2011, em Fortaleza, no Ceará.

Em setembro, foi anunciado o nome do novo álbum. Se chamará Roda Gigante e provavelmente, o projeto será Independente e além do Formato Físico, a banda tem projeto de lançar o novo trabalho no Formato Digital.

Integrantes

Bruno Gouveia — vocal
Carlos Coelho — guitarra
Miguel Flores — teclado
Álvaro Birita — bateria

Banda de Apoio

Marcelo Magal – baixo
Walmer Carvalho – saxofone, flauta, percussão e vocais

Ex-integrante

André “Sheik” – baixo e vocais (1984-2000)

Álbuns

1986 – Cidades em Torrente
1987 – A Era da Incerteza
1989 – Zé
1991 – Descivilização
1994 – Agora
1998 – biquini.com.br
2000 – Escuta Aqui
2001 – 80
2007 – Só Quem Sonha Acordado Vê o Sol Nascer
2013 – Roda Gigante

Fonte: Wikipédia.
Atualizado em 28/08/2013.

Videos

__________

Tédio

Timidez

Carta aos Missionários

Quando eu te Encontrar

Vento Ventania

Zé Ninguém

Impossível

Quanto Tempo Demora um Mês

Dani

Vou Te Levar Comigo

Fotos

__________

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: