Raízes Aéreas

The Kooks

In Música pelo mundo on 25 de março de 2010 at 8:46

The Kooks é uma banda britânica de indie rock formada em Brighton em 2004, quando todos os integrantes ainda estudavam. A formação da banda permaneceu com Luke Pritchard (vocal, guitarra), Hugh Harris (guitarra), Paul Garred (bateria) e Max Refferty (baixo) até 2008, com a saída de Max Rafferty. Dan Logan ficou como substituto temporário, até que Peter Denton se juntou à banda no fim de 2008.
O baterista Paul Garred deixou a banda no final de 2009, devido a um problema no nervo do braço, e foi temporariamente substituído por Chris Prendergast para shows ao vivo. No entanto, Paul voltou para as gravações no final de 2010, continuando a não ir em turnê com a banda, como Pritchard declarou recentemente ” sua lesão se transformou em uma coisa psicológica”. A banda já lançou três álbuns, Inside In/Inside Out (2006), Konk (2008) e Junk of the Heart (2011).

História

The Kooks foi formado em Brighton, no Reino Unido, quando todos os integrantes da banda ainda eram estudantes. O cantor e guitarrista da banda Luke Pritchard, que nasceu em Yorkshire, se juntou com o baixista Max Rafferty para um projeto da escola, o que mais tarde resultaria na base da banda. O guitarrista principal Hugh Harris e o baterista Paul Garred se envolveram no projeto também e acabaram formando a banda The Kooks. Em 30 de Janeiro de 2008, Max Rafferty, que ajudou a formar a banda, sai por motivos relacionados à sua dependência por drogas, que é substituído por Dan Logan (da banda Cat the Dog). Dan Logan apenas ficou provisóriamente, até que Peter Denton entra e se torna fixo.The Kooks lançou seu primeiro EP (gravado em Brighton) e fizeram pequenos shows na área, incluindo o festival FreeButt. Logo depois assinaram um contrato com a Virgin Records. A música mais famosa da banda é “Naïve”, que foi escrita por Luke Pritchard quando o mesmo tinha apenas 16 anos e foi ela um dos principais fatores que levou o álbum de estreia deles, Inside In/Inside Out aos 20 mais tocados no Reino Unido. O álbum vendeu mais de 1 milhão de cópias e atingiu o disco de platina. Durante uma turnê, a banda foi entrevistada pelo apresentador Simon Amstell do canal Channel 4, que fez várias referências à ex-namorada de Pritchard, Katie Melua. A banda se recusou a ir novamente no programa.

O nome foi tirado de uma música de David Bowie, “Kooks”, no álbum de 1971 Hunky Dory. Quando a gravadora Virgin Records tentou lançar a banda, descobriram que nos anos 90 uma banda suíça com o mesmo nome tinha lançado um álbum Too Much Is Not Enough.

Estilo musical e influências

A banda é descrita como “prostituta musical”, The Kooks tem se inspirado em uma série de bandas para criar seu som indie. The Rolling Stones, The Beatles, Bob Dylan e Chris de Burgh são algumas de suas influências, a banda gradualmente desenvolveu seu estilo de canção, escrita e apresentação ao longo de seus três álbuns.
O álbum de estréia Inside In/Inside Out foi apontado como um típico Britpop, com influências de The Libertines, Thin Lizzy, The Police e contendo elementos do movimento Britpop dos anos 60. Além disso estilo lírico de Pritchard foi descrito como “versão mais jovem e menos patética do estilo de Pete Doherty.A banda sentiu que o álbum não foi consistente em sua direção. “O primeiro disco foi definitivamente um salto[…] O primeiro álbum foi para encontrar os pés, era vagabundo”, afirmou Hugh Harris em uma entrevista com Nadine Regan para o Sunday Business Post.
Sobre o Konk , a banda tentou encontrar um som mais maduro e polido. Baseando-se em uma escolha muito maior de material para o álbum (cerca de 80 a 90 canções foram escritas), a banda começou a incorporar mais um foco de hard rock em sua música. Os críticos fizeram comparações com o trabalho de The Kinks o álbum inteiro, sendo gravado no estúdio de propriedade de Ray Davies. Também notou semelhanças crescentes da banda com o estilo da banda The Fratellis e da banda Arctic Monkeys. Luke comentou sobre o álbum e disse “Eu acho que nós fizemos um álbum dinâmico, cada música tem sua própria personalidade. É um álbum de indie rock bom”.

Formação atual

Luke Pritchard: Vocal, guitarra rítmica, guitarra acústica
Hugh Harris: Guitarra solo, guitarra rítmica, vocal de apoio
Peter Denton: Baixo, vocal de apoio
Paul Garred: Bateria

Ex-membros

Max Rafferty: Baixo, vocal de apoio
Dan Logan: Baixo, vocal de apoio
Chris Prendergast: Bateria

Álbuns de estúdio

2006 – Inside in/Inside Out
2008 – Konk
2011 – Junk of the Heart

Primeira Turnê

Em outubro de 2006 o The Kooks inicia sua primeira turnê, excursionando por Nova Iorque e Los Angeles, tocando também no festival Reading/Leeds da NME/Radio 1 para uma multidão tão grande que os músicos eram obrigados a parar de tocar algumas vezes para que os seguranças pudessem afastar as pessoas.

Fonte: Wikipédia
Atualizado em 14/02/2013.

V í d e o s

__________

F o t o s

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: