Raízes Aéreas

Banda 14 Bis

In Música pelo mundo on 7 de novembro de 2009 at 6:39

14 Bis é uma banda vocal/instrumental brasileira que surgiu em Belo Horizonte, Minas Gerais, criada pelos irmãos Flávio e Cláudio Venturini, Hely Rodrigues,Vermelho e Sérgio Magrão. O 14 Bis foi criado no final do ano de 1979, por músicos que já se conheciam e alimentavam a ideia de ter uma banda brasileira nos moldes daquelas bandas internacionais que tanto influenciaram e emocionaram seus integrantes como Beatles, Rolling Stones, Deep Purple, Yes, Led Zeppelin, Pink Floyd entre muitas outras.

Mas a influência não se resume a música criada fora do Brasil. O “Clube da Esquina” foi para todos do 14 Bis a prova que poderia ser criada no Brasil uma nova Música Brasileira original, popular e ao mesmo tempo sofisticada. Antes da fundação do 14 Bis, era diante desse caldeirão musical que seus futuros integrantes sonhavam em gravar suas canções e atingir o sucesso. Enquanto isso não era possível, trabalhavam cada um junto a um grupo ou artista diferente, sempre buscando o amadurecimento musical e profissional (Flávio e Magrão estavam no “Terço”, Hely e Vermelho no “Bendegó” e Cláudio com Lô Borges).

Naqueles anos o Brasil ainda em processo de redemocratização era um país onde a formação de uma banda era vista com desconfiança pelas gravadoras. Foi com o aval de Milton Nascimento (produtor do primeiro disco) que o 14 Bis foi contratado pela multinacional EMI Odeon para gravar o 14 Bis I, disco que rapidamente galgou as paradas com canções como “Natural” e “Canção da América”, esta uma inédita de Milton Nascimento e Fernando Brant.

No ano seguinte foi lançado o disco 14 Bis II, disco considerado clássico da banda com inovações harmônicas, vocais e instrumentais trazendo mais sucesso e afirmação no cenário musical brasileiro para o 14 Bis. Neste disco se destacam músicas como “Planeta Sonho”, “Nova Manhã”, “Caçador de Mim”, “Bola de Meia, Bola de Gude” entre outras.

Em 1981 foi lançado o “Espelho das Águas” disco onde a banda apresentou novos ritmos e arranjos como pode-se notar em “Mesmo de Brincadeira” um country mineiro ou “A qualquer Tempo”, um barroco mineiro, além de apresentar mais um clássico inédito de Milton e Brant, “Nos Bailes da Vida”.

O ano de 1982 veio com “Além Paraíso” gravado depois de uma viagem aos EUA onde a banda comprou o melhor equipamento existente à época, fato que ajudou a aprimorar ainda mais a sonoridade do disco. O grande hit foi “Linda Juventude”. Em 1983 saiu “A Idade da Luz” quinto disco em menos de cinco anos, com mais um grande hit “Todo Azul do Mar”.

Aí veio o sexto disco onde o 14 Bis experimenta e flerta com a new age (movimento musical britânico). Novas parcerias musicais e estéticas mostram que “A Nave Vai” lançado em 1985 é multifacetado desde a capa ao conteúdo. Canções como “Nuvens”, blues como “Figura Rara” e a new age “Outras Dimensões” traduzem a inquietude musical e a busca incessante do novo pelos seus integrantes.

O sétimo disco é o último disco de canções inéditas, composto e gravado com a formação original da banda e marca a saída de Flávio Venturini do 14 Bis para a melhor condução de uma carreira solo que já havia rendido 2 discos paralelos ao trabalho da banda. A parceria com Renato Russo em “Mais uma Vez” é um grande sucesso desse trabalho. Naquele mesmo ano de 1987 foi gravado o primeiro disco ao vivo do 14 Bis “14 Bis ao Vivo” ainda com a formação original.

Já nos anos 90 o 14 Bis lança “Quatro por Quatro”, disco raro no mercado que apresenta músicas como “Romance”, “O Fogo do teu Olhar”, “Dona de Mim” entre outras.

O décimo disco é também o primeiro gravado fora do Brasil, “Siga o Sol” foi quase todo gravado e mixado em New York refletindo bem o momento e o amadurecimento do grupo.

No final nos anos 90 a banda grava o “Bis acústico” apresentando aos fãs grandes sucessos da banda no formato acústico e também canções inéditas como “Sonhando o Futuro”.

Em 2000 a banda grava com o grupo “Boca Livre” um belo trabalho ao vivo “Boca Livre e 14 Bis ao vivo” com clássicos das duas bandas. Em 2004 o 14 Bis lança mais um disco de músicas inéditas, “Outros Planos” onde a banda mostra novas parcerias e belas músicas como “Outono”, “Canções de Guerra” e “Constelações” entre muitas outras.

O trabalho mais recente é o CD e DVD “14 Bis ao vivo”, primeiro DVD da banda contendo seus grandes sucessos e trazendo a participação de Flávio Venturini, Beto Guedes, Rogério Flausino e Marcus Vianna. Os planos para o futuro breve são o remix do CD “Outros Planos” com a adição de duas canções inéditas e a comemoração dos 30 anos da banda com a volta de Flávio Venturini para a gravação de um CD e DVD de sucessos da banda e de inéditas do grupo compostas especialmente para comemorar estes 30 anos de sucesso.

Formação

Cláudio Venturini – (guitarra, violão, flauta, gaita e vocal)
Hely Rodrigues – (bateria, percussão e vocal)
Sérgio Magrão – (baixo, violão e vocal)
Vermelho – (teclado, violão, baixo e vocal)

Ex-integrante

Flávio Venturini(até 1988) – (teclado, violão, bandolim e vocal)

Álbuns

14 Bis (1979) EMI-Odeon
14 Bis II (1980) EMI-Odeon
Espelhos das Águas (1981) EMI-Odeon
Além Paraíso (1982) EMI-Odeon
A Idade da Luz (1983) EMI-Odeon
A Nave Vai (1985) EMI-odeon
Sete (1987) EMI-Odeon
Quatro por Quatro (1993) EMI-Odeon
Siga o Sol (1996) Velas
Bis Acústico (1999) PolyGram
Outros Planos (2004) Indie Records

Videos

__________

Fotos

__________

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: