Raízes Aéreas

Sérgio Mendes

In Música pelo mundo on 30 de outubro de 2009 at 7:03

Sérgio Mendes começou com o Sexteto Bossa Rio, gravando “Dança Moderna” em 1961. Viajando pela Europa e Estados Unidos, gravou vários álbuns com Cannonball Adderley e Herbie Mann, chegando a tocar no Carnegie Hall. Mudou para os EUA em 1964 e produziu dois álbuns sob o nome de “Brasil ’64”, com a Capitol Records e a Atlantic Records. Foi nos EUA que começou o grupo Sérgio Mendes & Brasil 66, alcançando sucesso lançando a canção Mas que nada, de Jorge Ben Jor, em versão bossa nova.

Passou um longo tempo de ostracismo, lançando discos que obtiveram pouco sucesso comercial. Seu reencontro com o grande público se deu em 1984, com o lançamento do disco e hit Never gonna let you go, chegando a quarto lugar nas paradas. Pouco depois lançou o álbum Confetti, contendo entre outras músicas Olympia, feita para as Olimpíadas de 1984 em Los Angeles.

Nos anos 90, criou a banda Brasil 99, com a qual gravou o disco Brasileiro, que, além de levá-lo de volta às paradas de sucesso, lhe rendeu o Grammy de 1993 na categoria World Music. Tem mais de trinta discos lançados, e o mais recente deles conta com participações especiais de, entre outros, Stevie Wonder e Black Eyed Peas.

Pouca gente sabe, mas durante a época de pobreza de Harrison Ford, o ator que participou de filmes de mais de 100 milhões de dólares de bilheteria foi carpinteiro de Sérgio Mendes.

Discografia

Dance moderno (1961)
Quiet nights (1963)
Você ainda não ouviu nada. Sergio Mendes & Bossa Rio (1963)
The swinger from Rio (1964)
Bossa Nova York. Sergio Mendes Trio (1964)
Cannonbal’s bossa nova with Bossa Rio (1964)
In person at El Matador-Sergio Mendes & Brasil’ 65 (1964)
Brasil’ 65. Wanda de Sah featuring The Sergio Mendes Trio (1965)
The great arrival (1966)
Herp Albert presents Sergio Mendes & Brazil’ 66 (1966)
Equinox-Sergio Mendes & Brasil’ 66 (1967)
Sergio Mendes favourite things (1968)
Look around-Sergio Mendes & Brasil’ 66 (1968)
Crystal illusions-Sergio Mendes & Brasil’ 66 (1969)
The fool on the hill-Sergio Mendes & Brasil’ 66 (1969)
Ye-me-lê. Sergio Mendes & Brazil’ 66 (1970)
Live at Expo’ 70. Sergio Mendes & Brazil’ 66 (1970)
Stilness-Sergio Mendes & Brasil’ 66 (1971)
País tropical-Sergio Mendes & Brazil’ 77 (1971)
Raízes-Sergio Mendes & Brazil’ 77 (1972)
Love music-Sergio Mendes & Brasil’ 77 (1973)
In concert-Sergio Mendes & Brasil’ 77 (1973)
Vintage 74-Sergio Mendes & Brasil’ 77 (1974)
Sergio Mendes (1975)
Homecooking-Sergio Mendes & Brasil’ 77 (1976)
Sergio Mendes & and the new Brasil’ 77 (1977)
Brasil 88 (1978)
Pelé-trilha sonora do filme (1978)
Magic lady (1979)
Horizonte aberto (1979)
Sergio Mendes (1982)
Confetti. Opus (1985)
Brasil 86 (1986)
Arara (1989)
Brasileiro (1992)
Oceano (1996)
Timeless (2006)
Encanto (2008)
Bom Tempo Remix (2011)

Fonte da Bio: Wikipédia.
Atualizado em 18/08/2014.

Vídeos

__________

Mas que nada
Magalenha
Never gonna let you go

Emoriô

Morning In Rio
E Menina (Hey Girl)
Love for Sale
Timeless
The Frog
The look of love

Fotos

__________

Topo

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: